ESPORTE
Henrique Avancini é campeão mundial de Mountain Biking Maratona (XCM)

Atleta da Cannondale Factory Racing obtém o maior resultado da história do ciclismo brasileiro. Brasileiro vem realizando grande temporada em 2018 e faturou o título ao cruzar a linha de chegada apenas dois segundos à frente do austríaco Daniel Geismayr

Atleta da equipe Cannondale Factory Racing conquistou, em Auronzo do Cadore, o título mundial de Mountain Biking Maratona (Divulgação)

Definitivamente, o ano de 2018 jamais será esquecido por Avancini. Aos 29 anos, o ciclista de Petrópolis (RJ) alcançou vários resultados marcantes. Primeiro, ao lado do alemão Manuel Fumic, veio o terceiro lugar na Cape Epic, maior prova de ultramaratona de MTB no mundo, disputada na África do Sul, em março.

Na Copa do Mundo de XCO, a regularidade foi a marca de Avancini, único atleta a pedalar entre os top 20 em todas as 13 etapas. Ele conquistou cinco pódios e ainda venceu a prova de Short Track em Andorra. No geral, acabou na 4ª colocação geral e foi campeão por equipes com a Cannondale Factory Racing.

Em solo brasileiro o atleta também deixou sua marca nas duas provas mais importantes disputadas no País. Em abril venceu a tradicional etapa de Araxá da Copa Internacional de Mountain Biking e, em julho, voltou a ganhar o Campeonato Brasileiro e ter o direito de usar a camisa do Brasil também no exterior.

A prova masculina, que teve percurso de 102km, o grupo de líderes que contava com 14 ciclistas foi reduzido para cinco na subida do Tre Cime. Além de Henrique Avancini, o colombiano Hector Paez Leon, o americano Howard Grotts, o russo Alexey Medvedev e o austríaco Daniel Geismayr estavam na briga. Paez León foi o primeiro a atacar, mas Avancini e Geismayr e ultrapassaram o atleta da Colômbia.

Chegando ao último quilômetro, o brasileiro e o austríaco ainda estavam juntos, apenas 10 metros a frente de Paez León. No sprint final, após 102 quilômetros de corrida, Henrique Avancini fez a última curva com uma pequena vantagem sobre os rivais e conseguiu mantê-la até cruzar a linha de chegada em primeiro lugar e entrar para a história como o primeiro ciclista do país campeão mundial de mountain bike.

“Eu sabia que estava em boa fora, mas também que eu era um intruso”, afirmou o brasileiro, se referindo ao fato de priorizar as competições de cross country, que é a modalidade olímpica do mountain biking. “Minha cartada foi tentar quebrar o ritmo dos pilotos da maratona e acho que eu fiz isso. Eu não tenho uma modalidade favorita. E sinto que sou um ciclista antes de tudo e durante essa temporada tentei mostrar isso. Eu não esperava fechar o ano com o título mundial”, afirmou o brasileiro depois da prova.

Confira mais resultados deste sábado (15/09):
1. Henrique Avancini (Brazil) 5:08:28
2. Daniel Geismayr (Austria) 5:08:30
3. Hector Leonardo Paez Leon (Colombia) 5:08:35
4. Mathias Flueckiger (Switzerland) 5:10:09
5. Samuele Porro (Italy) 5:10:10
6. Alexey Medvedev (Russia) 5:10:28
7. Kristian Hynek (Czech Republic) 5:12:17
8. Andreas Seewald (Germany) 5:14:10
9. Juri Ragnoli (Italy) 5:14:27
10. Ole Hem (Norway) 5:17:00

Para fechar a maior temporada da carreira, Henrique Avancini retorna ao Brasil em outubro, quando disputa Brasil Ride também com o alemão Manuel Fumic. O objetivo é repetir as conquistas de 2013 e 2017.

Carreira: Atleta da Cannondale Factory Racing e patrocinado também por Red Bull e Shimano, Henrique Avancini é um apaixonado pelo mountain biking desde garoto, quando começou a competir em provas estimulado por seu pai, Ruy Avancini. O atleta, maior nome do Brasil na modalidade em todos os tempos, já representou o Brasil nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, e luta por uma vaga para competir nos Jogos de Tóquio, em 2020.


CONTEÚDO EXCLUSIVO P/ ASSINANTES
Digite seu login e senha e faça seu download

Login:   Senha:  
 

 

 

 

 

 

 

 
1997-2018 Editora Quatro Estações - Todos os Direitos Reservados